Decoração escandinava: quais são as características? Saiba mais sobre esse estilo!

Decoração escandinava: quais são as características? Saiba mais sobre esse estilo! Riva Incorporadora

Texturas confortáveis e cores neutras: conheça os diferenciais que tornam essa proposta de origem nórdica tão interessante em diferentes lares!

Vez ou outra, sentimos vontade de atualizar os ambientes da residência com uma nova estética. Isso acontece muito em momentos de grandes mudanças, como aquelas trazidas pelo novo coronavírus. Nesse cenário, a decoração escandinava pode ser uma escolha bem interessante.

Você já deve ter ouvido falar do estilo, afinal, ele esteve em alta há alguns anos e foi divulgado amplamente. Agora, a proposta volta com tudo por proporcionar conforto de uma forma simples, o que é valioso para quem está passando mais tempo em casa e precisa de inspiração.

Ficou com vontade de testar? A seguir, vamos explorar outras características positivas e explicar como você pode aderir a essa tendência de decoração. Fique de olho e aproveite todas as dicas!

O que é a decoração escandinava?

É uma estética presente em muitos lares dos países nórdicos. Ela se apropria de poucos recursos pra valorizar a praticidade e garantir um equilíbrio entre função e beleza. Apesar disso, consegue deixar os ambientes acolhedores e convidativos ao mesclar cores suaves, formas e texturas.

O estilo escandinavo é bem minimalista, ou seja, prioriza o essencial em qualquer composição. Ele surgiu a partir dos experimentos de um casal de artistas suecos (Karin Bergoo e Carl Larsson). Ambos criavam projetos e testavam os resultados de cada ideia no próprio local de moradia.

Com o tempo, as soluções apresentadas por eles ganharam espaço no mercado e deram origem aos princípios do design escandinavo. Essas contribuições permanecem relevantes, tanto que servem de base pra manter a harmonia e a organização de diversos lares dos países da Escandinávia.

Quais são as principais características?

A decoração escandinava busca deixar os ambientes mais agradáveis em regiões que costumam ter pouca luminosidade e invernos rigorosos. Quem vive em locais como Noruega, Dinamarca e Finlândia encontra no estilo uma saída pra enfrentar os períodos de baixas temperaturas e noites longas.

O objetivo é deixar as habitações mais iluminadas e aconchegantes em qualquer época do ano. Para conseguir esse efeito, alguns recursos são essenciais.

Cores neutras

O branco é uma das nuances favoritas nessa proposta, já que transmite paz e sofisticação na medida certa. Ele costuma ser usado na cobertura de grandes superfícies, como paredes, pisos e forros. Quando há outras cores, elas tendem a ser discretas e suaves, como o cinza, o bege e os tons pastel.

Texturas variadas

Elas surgem pra acrescentar informação a espaços tão básicos. Em muitos casos, podem aguçar o tato e deixar superfícies mais confortáveis ao toque. Os tecidos macios e feitos com fibras naturais são os favoritos, e aparecem tanto em cortinas e tapetes quanto nos acabamentos dos itens da mobília.

Materiais naturais

A decoração escandinava remete muito à natureza e seus recursos. Tendo como referência as belas paisagens nórdicas, tira muito proveito de peças feitas com madeira clara. Matérias-primas como cerâmica, couro e lã também são recorrentes, ainda mais quando trabalhadas em cores sóbrias.

Adornos simples

A aparência minimalista não aceita excesso de enfeites, por isso, é comum que a ornamentação envolva itens escolhidos com muito cuidado. Pode ser um conjunto de quadros, objetos artesanais e coleções de jarros. Os arranjos de plantas também são bem-vindos para incluir mais verde em todas as áreas.

Luz abundante

A claridade diurna é essencial ao bem-estar e chega com facilidade quando os moradores afastam as cortinas das janelas. Ela é potencializada pelas cores claras, que refletem melhor a luz e geram sensação de amplitude. À noite, vale a pena investir em várias luminárias pra criar pontos de luz.

Por que voltou a ser uma tendência?

Já faz um tempo que a decoração escandinava ganhou destaque em publicações de revistas, blogs e redes sociais. Por focar conforto tátil e visual, ela voltou a ocupar lugar especial nos lares de muita gente. Isso inclui aquelas pessoas que passaram a trabalhar ou estudar em casa.

O número de profissionais que migraram para o home office na quarentena é bem alto. Com essa mudança, a atenção aos aspectos que podem melhorar a rotina doméstica também aumentou. As famílias querem ficar mais à vontade no local de moradia, sem perder a beleza desses espaços.

Assim, estilos como o escandinavo e, até mesmo, o Hygge, também de origem nórdica, surgem como grandes aliados. Ambos têm um aspecto clean que favorece a funcionalidade e a estética atemporal. Isso significa que deixam os ambientes sempre atuais e adequados a diferentes épocas.

Como adaptar às casas brasileiras?

Embora venha de regiões distantes do nosso país, o tema escandinavo pode ser facilmente adaptado aos lares brasileiros. O primeiro passo é identificar o que será aproveitado de forma positiva no ambiente doméstico. Depois, basta substituir as características que não têm muito a ver com o clima daqui.

A luz natural, por exemplo, é um recurso abundante na maioria das cidades e pode ser aproveitada todos os meses. Vale a pena seguir a referência original e pintar as principais paredes com tons claros, a fim de refletir a claridade e ampliar os cômodos da sua casa ou apartamento.

As plantas e os materiais naturais também são fáceis de incluir, mas procure distribuir bem esses elementos para que o visual não fique pesado. Outra dica é selecionar um grupo de peças decorativas pra expor e, quando sentir necessidade de mostrar novos artigos, fazer a troca e guardar as anteriores.

A principal adaptação estará na parte das texturas. No Brasil, em especial, nos meses quentes, o ideal é que os tecidos e estofados sejam bem leves. Em vez de usar peças espessas e felpudas, priorize modelos simples, feitos de linha, sisal ou algodão (preferencialmente, em tons neutros).

Se quiser apostar em estampas, vá sem medo nos padrões compostos por linhas retas. Bons exemplos estão no xadrez, nas listras verticais ou horizontais e no chevron. Melhor ainda se esses desenhos combinarem a tradicional dupla preto e branco, ou uma variação mais discreta, como cinza e branco.

E então, gostou de conhecer os detalhes mais comuns da decoração escandinava? Esperamos que as dicas ajudem você a experimentar esse estilo tão versátil quando quiser. Como ele não tem recursos muito chamativos, é possível aplicar até em áreas comerciais ou corporativas.

Ainda tem dúvidas sobre a estética ideal? Então, faça o nosso quiz e descubra qual estilo decorativo mais combina com você!

A Direcional está presente em 13 estados e no Distrito Federal e há mais de 40 anos garante o sonho da casa própria para milhares de pessoas. São mais de 180 mil unidades entregues e outras centenas em construção em todo o território nacional.

  • +40
    Anos de Mercado
  • 13
    Estados brasileiros e Distrito Federal
  • + 6 mil
    Colaboradores
  • + 180 mil
    Unidades entregues e/ou incorporadas