Como liberar FGTS para compra de imóvel: Confira o passo a passo

Como liberar FGTS para compra de imóvel: Confira o passo a passo Riva Incorporadora

O uso do FGTS para compra de imóvel é uma grande oportunidade proposta pelo governo, para permitir o acesso facilitado à casa própria. Veja como é possível usar esse fundo!

Como liberar FGTS para compra de imóvel? Essa é uma dúvida de muitos brasileiros que sonham com a casa própria.

Saiba que utilizar esse recurso torna possível alcançar o objetivo. Além disso, o fundo garante maior praticidade na hora de dar a entrada no apartamento e até suaviza o pagamento mensal das parcelas de um financiamento.

Sem tempo para ler? Clique no play para ouvir.

No entanto, para garantir que você utilize o FGTS para compra de imóvel é necessário respeitar etapas e, sobretudo, ter um planejamento. Se você quer entender melhor como liberar esse fundo para compra de imóvel, está no artigo certo!

Isso porque a Direcional já ajudou vários brasileiros a alcançar o sonho de ter o próprio imóvel. Afinal, são mais de 40 anos atuando com excelência no mercado imobiliário.

Continue conosco e boa leitura!

Afinal, o que é o FGTS?

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) nasceu com o objetivo de proteger um trabalhador que foi demitido sem justa causa. Por isso, toda empresa deve realizar depósitos mensais equivalentes a 8% do salário do colaborador, sem que exista nenhum desconto na folha de pagamento. Ou seja, ao encerrar o vínculo empregatício, você pode resgatar o valor depositado ao longo do período contratado. 

No entanto, preste atenção. Você pode ter acesso ao FGTS se possuir carteira assinada. Além disso, caso peça demissão da empresa, seja qual for o motivo, acabará abrindo mão do direito do saque do fundo de garantia.

Entenda as regras para utilizar o FGTS para comprar a casa dos seus sonhos

Agora que você sabe que é possível utilizar o FGTS para a compra de imóvel, é necessário entender que precisa seguir etapas e cumprir requisitos. 

Por isso, acompanhe os próximos tópicos e entenda o que fazer para liberar o fundo de garantia. Lembrando que o descumprimento das normas pode impossibilitar o saque.

Como liberar FGTS para compra de imóvel: quais requisitos devem ser cumpridos?

Primeiramente, saiba que você deve cumprir quatro requisitos para utilizar o fundo de garantia como entrada para a casa própria. Nós, da Direcional, explicamos:

1. A primeira condição é possuir, ao menos, três anos de carteira assinada. No entanto, este período não precisa ser contínuo.

Em outras palavras, é possível ter trabalhado dois anos em uma determinada empresa e, em seguida, ser direcionado (por mais um ano) a outra e completar o tempo de carteira.

2. Outra regra que deve ser obedecida no quesito de como liberar FGTS para compra de imóvel é não possuir financiamento em andamento no Sistema Financeiro de Habitação.

O SFH é um sistema de financiamento que tem por objetivo auxiliar pessoas de baixa renda a adquirem o imóvel próprio. Atualmente, o sistema foi ampliado e atende a diversas classes sociais.

3. Quem deseja o acesso ao fundo também não deve ser proprietário(a) de imóvel no município onde quer adquirir o novo. 

4. Por fim, a pessoa interessada em liberar o FGTS para a compra de um imóvel deve trabalhar ou morar na cidade em que deseja adquirir a residência.

como liberar fgts para compra de imóvel

Entenda em quais situações o FGTS não pode ser utilizado

Quando a pergunta é como liberar FGTS para compra de imóvel, também deve se levar em consideração que não é possível utilizar o fundo para:

  • Compra de imóvel comercial;
  • Compra de material para construção;
  • Se você deseja comprar um terreno;
  • Reforma ou aumento do apartamento ou da casa;
  • Compra de imóvel para outras pessoas, como dependentes e familiares, por exemplo. 

Vale citar que quem infringe qualquer uma das regras citadas acima viola a lei e responde por processo de estelionato. 

Como liberar FGTS para compra de imóvel: outros pontos de atenção

É possível usar o FGTS para compra de imóvel na planta, novo ou usado, desde que a moradia não ultrapasse o valor de R$1,5 milhão e seja financiada pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

O SFH é o sistema de financiamento imobiliário mais popular no Brasil. Isso porque ele possui taxas de juros mais baixas com limites de 12% ao ano. 

Para entender melhor sobre o SFH, é importante saber que ele utiliza recursos do próprio FGTS ou da poupança para facilitar o financiamento da construção ou compra de uma casa.

Ou seja, permite acesso de forma mais simples aos recursos do trabalhador, ainda que não seja o único sistema de financiamento. Para explicar melhor sobre o assunto, entenda a seguir sobre o SFH e SFI (Sistema Financeiro Imobiliário) – outro modelo de financiamento bastante utilizado – e quais as diferenças entre eles.

SFI: entenda a diferença em relação ao SFH

O SFI (Sistema Financeiro Imobiliário) é um sistema de financiamento que utiliza recursos de grandes investidores, bancos e outras instituições financeiras. A diferença de um para outro é que os bancos oferecem conta corrente aos clientes e uma rede de agências. Por sua vez, o mesmo não acontece com instituições financeiras, que possuem foco em linhas de crédito, sem o vínculo direto do cliente com outros serviços.

Portanto, se a opção para o financiamento for por meio de uma instituição financeira, pesquise previamente sobre sua avaliação ou pelas recomendações de outros usuários do serviço.

Por último, deve-se observar que o SFI não possui limite de juros, o que acaba o destinando a outros perfis de aquisição menos populares. Em resumo, há linhas de crédito de maiores valores, mas que seguem regras próprias de financiamento.

Acompanhe o passo a passo para utilizar o FGTS para comprar o seu imóvel

Se você cumpre os requisitos listados acima para o uso do FGTS na aquisição do imóvel, o próximo passo é entender como acontece a liberação do dinheiro.

Embora seja possível comprar imóvel sem entrada, você pode acabar se apertando. Afinal, comprar um apartamento geralmente se associa a compra de móveis, utensílios do dia a dia, eletrodomésticos, dentre outros itens. 

Por isso, saber como liberar FGTS para compra de imóvel é uma alternativa para que você não passe por um período de seca financeira. 

Acompanhe, abaixo, informações úteis para que você comece a jornada de compra da casa própria.

Como fazer a consulta do seu saldo do FGTS?

Esse processo é simples e intuitivo. Isso porque ele pode ser feito de diversas maneiras. Uma delas é pelo site da Caixa Econômica Federal. Confira como fazer:

  • Em primeiro lugar, clique neste link para ter acesso ao site da Caixa Econômica;
  • Em seguida, informe o número do seu CPF ou do NIS (Número de Identificação Social) e selecione a opção “cadastrar senha”;
  • Faça a leitura do regulamento e depois clique em “aceito”;
  • Depois, é necessário preencher os campos com suas informações pessoais. Não se preocupe, o ambiente digital da Caixa é seguro e obedece às normas vigentes que protegem suas informações;
  • Crie uma senha que tenha até 8 dígitos, usando números e letras. Após isso, você será direcionado para o login novamente;
  • Então, é só preencher os campos com CPF ou NIS, inserir a senha que você cadastrou e clicar no botão “acessar”.

como liberar fgts para compra de imóvel

Outra opção para saber como liberar FGTS para compra de imóvel: App FGTS Trabalhador

Esse aplicativo oferece recursos práticos. O primeiro deles é a consulta do saldo do FGTS. O segundo, é a verificação dos depósitos feitos na conta.

Por fim, o aplicativo também permite atualizar os dados pessoais, como por exemplo, seu endereço.

Para quem é fã de praticidade, o aplicativo ainda mostra quais agências da Caixa estão mais próximas de você.

Qual a documentação necessária para sacar o FGTS?

Você se encaixa nos critérios que listamos acima? Se sim, então, já pode começar a juntar os documentos que são exigidos para solicitar a liberação do saldo do FGTS no banco. Veja quais são:

  • CPF (Cadastro de Pessoa Física);
  • Carteira de identidade;
  • Certidão de nascimento;
  • CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social);
  • Certidão de estado civil, se for o caso; 
  • Cópia do IPTU e certidão de matrícula do imóvel que deseja comprar;
  • Comprovante de residência atual (pode ser conta de serviços, como energia elétrica, água ou gás, mas sempre com no máximo 3 meses de vencimento).

Como usar o FGTS para comprar imóvel?

Há algumas formas de usar o FGTS para comprar imóvel, dependendo do saldo disponível que você possui. Confira:

  • Pagamento à vista;
  • Entrada para o financiamento;
  • Pagar parte das parcelas;
  • Para amortizar o saldo devedor.

Isso vale tanto para imóveis que ainda estão na planta quanto para aqueles que já estão prontos — o que inclui empreendimentos que já tiveram outros proprietários e foram comprados com a utilização do FGTS.

Na hora de contatar o banco para financiamento, por exemplo, você pode informar o desejo de utilizar o saldo como entrada.

Caso você já tenha juntado algum valor para esse fim, basta somá-lo ao seu FGTS e oferecer uma entrada ainda maior. Isso diminui o saldo a ser parcelado e, consequentemente, o total de juros no término do financiamento.

O que é a amortização de dívida e como o FGTS pode ser usado para isso?

Se as perguntas relacionadas a como liberar FGTS para compra de imóvel e como amortizar financiamento na Caixa rondam à sua cabeça, não se preocupe. estamos aqui para ajudar!  Entenda que amortizar uma dívida diz respeito a pagar parte ou o total de um saldo devedor de um financiamento.

Simplificando: você paga a cada mês uma parcela fixa de um financiamento. Se, além disso, você oferecer um montante a mais do valor de tempos em tempos, os juros do financiamento tendem a diminuir.

Se a cada dois anos você utilizar o seu FGTS, é possível diminuir o saldo devedor. Isso pode representar uma parcela menor ou mesmo uma redução no prazo total para quitar o seu imóvel. Para quem trabalha com carteira assinada, isso é bem simples, já que o fundo fica lá acumulando todos os meses.

Como liberar FGTS para compra de imóvel e amortização de dívida: cenário prático

Supondo que você tenha uma renda média de R$ 2 mil mensais e que o saldo do seu FGTS esteja em R$ 6 mil, você pode usar esse valor para somar à entrada na hora de fechar o financiamento com o banco.

Daqui a dois anos, terá praticamente R$ 4 mil de saldo de novo, considerando aqueles 8% mensais sobre o salário que a empresa deposita na conta do FGTS, mais o rendimento anual fixo de 3% que o fundo oferece.

Se a prestação do financiamento que você fez custa R$ 600,00, esse seu saldo de R$ 4 mil (depois de dois anos) já é suficiente para pagar o equivalente a seis parcelas. Nesse ritmo, em quatro anos, você teria um ano a menos de parcelas para pagar pelo seu imóvel.

Outra dica no quesito financiamento, é pesquisar sobre as facilidades de financiamento Caixa

Agora que você sabe como liberar FGTS para compra de imóveis, saiba como realizar o saque

Se o seu desejo é financiar o imóvel, depois de escolhê-lo, você tem que procurar a instituição financeira de sua preferência para pedir o financiamento. 

Será necessário autorizar o banco a verificar o saldo que você tem disponível do fundo de garantia e esperar a avaliação do imóvel pela Caixa Econômica Federal.

Depois da Caixa avaliar e aprovar o bem, você pode assinar e registrar o contrato que a instituição financeira disponibiliza. 

Nesse momento você poderá fazer uso do FGTS para compra de imóvel, pois o fundo será liberado.

Outro fator que merece destaque: a autorização da consulta é feita pelo internet banking da Caixa ou pelo próprio aplicativo.

A Direcional é a escolha certa para quem deseja realizar o sonho da casa própria

Agora que você sabe como liberar FGTS para compra de imóveis, chegou a hora de você conhecer a Direcional.

Isso porque atuamos há mais de 40 anos oferecendo um serviço de excelência no mercado imobiliário. Afinal, sabemos como é importante a realização de um sonho,

Além disso, temos unidades disponíveis em vários estados do país, com mais de 180 mil lares entregues.

Por isso, saiba: a Direcional é feita para todos os perfis de brasileiros. 

Para mais notícias sobre o mercado imobiliário, dicas de decoração e muito mais, continue acompanhando o Blog da Direcional. Até a próxima!

Como liberar FGTS para compra de imóvel

A Direcional está presente em 13 estados e no Distrito Federal e há mais de 40 anos garante o sonho da casa própria para milhares de pessoas. São mais de 180 mil unidades entregues e outras centenas em construção em todo o território nacional.

  • +40
    Anos de Mercado
  • 13
    Estados brasileiros e Distrito Federal
  • + 6 mil
    Colaboradores
  • + 180 mil
    Unidades entregues e/ou incorporadas