Financiamento ou consórcio: qual a melhor opção para casa própria?

Financiamento ou consórcio: qual a melhor opção para casa própria? Riva Incorporadora

Para comprar um imóvel, existem dois métodos de pagamento bastante populares: financiamento ou consórcio. Veja as diferenças entre eles.

Na hora de realizar o sonho da casa própria, muita gente fica na dúvida de qual é o melhor método de pagamento: financiamento ou consórcio?

Para quem deseja comprar um imóvel, essa é uma dúvida bastante comum. Afinal, se trata de uma grande responsabilidade decidir a modalidade de um investimento em longo prazo.

Outra questão é que existe uma confusão entre os dois tipos de pagamento. Apesar de bancos e instituições financeiras oferecerem ambos, eles apresentam diferenças entre si.

Para sanar todas as suas dúvidas, a Direcional reuniu todas as informações necessárias para você decidir entre o financiamento ou o consórcio. Saiba mais a seguir!

Afinal, o que é um financiamento?

Uma das modalidades de pagamento mais populares no Brasil, o financiamento consiste na liberação de crédito por parte de instituições financeiras para quem deseja adquirir imóveis.

Neste caso, o comprador encontra o imóvel e contrata a instituição. Esta, por sua vez, fornece ao vendedor o dinheiro necessário para o pagamento da dívida.

Assim, o comprador paga ao banco ou instituição financeira, que define os prazos, taxas e juros. Eles também exigem uma série de comprovações para liberação do dinheiro.

Além disso, existem diversos tipos de linhas de financiamento de imóveis no país. O mais popular é o financiamento imobiliário da Caixa, mas também há outras instituições.

Pessoa realizando cálculos sobre financiamento ou consórcio.

O que é um consórcio imobiliário?

O consórcio imobiliário, por sua vez, se refere ao pagamento mensal de um fundo comum no valor de uma carta de crédito.

A administradora do consórcio realiza sorteios – geralmente mensais – e os participantes recebem a quantia no momento que forem sorteados. Caso contrário, eles recebem a carta de crédito no fim do consórcio.

Os consórcios também permitem que os participantes ofereçam lances que antecipam o pagamento. De modo geral, quem oferece o maior lance leva a carta de crédito.

Financiamento ou consórcio da casa própria: conheça as diferenças

Como você pode notar, existem diferenças significativas entre as duas modalidades e entendê-las é crucial para escolher entre financiamento ou consórcio.

Em primeiro lugar, o financiamento imobiliário se volta ao curto prazo, pois o comprador tem acesso ao imóvel após o término da transação.

Em contrapartida, o consórcio de imóveis tem como objetivo o longo prazo, visto que a pessoa não tem acesso imediato à carta de crédito e depende de sorteios para isso.

Ou seja, a pessoa não passa a ser proprietária do imóvel, mesmo que sorteada. Então, ela ainda precisa entrar em contato com o vendedor e adquirir a propriedade.

Essa é a principal diferença, mas não a única. Continue lendo o texto para conhecer as demais!

Burocracia envolvida nos dois modelos

Na hora de escolher entre financiamento ou consórcio, saiba que o primeiro apresenta bastante burocracia. No entanto, isso não significa que seja algo negativo.

De modo geral, os bancos e instituições financeiras que financiam imóveis requerem alguns documentos que comprovem certos requisitos para a concessão do crédito.

Além disso, certos programas exigem comprovação de renda para certas faixas da população, especialmente as de baixa renda.

Por outro lado, as administradoras dos consórcios não costumam exigir uma documentação extensa para a participação. Todavia, elas exigem análise de crédito para verificar se o indivíduo tem condições de pagar as parcelas.

Taxas e reajustes

Para quem está na dúvida entre financiamento ou consórcio, as taxas e os reajustes são pontos que chamam atenção. Isso porque o consórcio não aplica juros nas parcelas mensais.

No entanto, há aplicação de taxas e reajustes previstos em contrato. A justificativa para isso é que o valor da carta de crédito pode ficar defasada ao longo do tempo.

Por exemplo, um imóvel que custa R$ 150 mil poderá custar mais que isso daqui a 5 anos. Diante disso, há um aumento no valor final que impacta nas parcelas mensais.

O financiamento imobiliário, por sua vez, tem taxas e juros aplicados nas parcelas, que podem variar de acordo com a taxa Selic, por exemplo.

Contudo, alguns financiamentos contam com o Sistema de Amortização Constante (SAC), que diminui o valor dos juros ao longo do tempo, reduzindo o valor mensal.

Pessoa conferindo todos os detalhes sobre financiamento ou consórcio para escolher melhor opção.

Financiamento ou consórcio para aproveitar o FGTS

Os recursos acumulados no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) podem ser utilizados tanto no financiamento quanto no consórcio imobiliário.

Nesse sentido, com as devidas diferenças, pode-se usar o FGTS de maneiras similares:

  •  Completar o valor do crédito de imóveis mais caros;
  • Para amortização ou liquidar o saldo restante da dívida;
  • Antecipar lances, no caso do consórcio.

A Caixa Econômica Federal é a instituição que estipula regras para liberação do saldo do FGTS. Portanto, verifique essas normas antes de realizar o saque.

Utilização do crédito

Por último, existem diferenças na utilização do crédito do financiamento e do consórcio. No primeiro, o banco ou instituição financeira confere o crédito diretamente ao vendedor.

Nesse sentido, a utilização do crédito é mais restrita, pois ela se destina a um imóvel específico. Portanto, é importante escolher o empreendimento de uma construtora confiável.

No caso do consórcio, a carta de crédito fica em posse do participante. Assim, ele pode escolher um imóvel diferente daquele que desejava quando iniciou o processo.

Contudo, isso também se apresenta como uma desvantagem, visto que os imóveis se valorizam com o passar do tempo. Nesse sentido, ele pode não encontrar um empreendimento com o mesmo nível e valores semelhantes após o prazo.

Você escolhe entre financiamento ou consórcio e a Direcional tem o imóvel!

Agora que você já tem todas as informações necessárias para decidir entre financiamento ou consórcio, deve ir para a próxima etapa: a conquista do seu imóvel.

Para ajudar a realizar esse sonho, a Direcional tem experiência de mais de 40 anos no mercado imobiliário. Assim, você tem acesso a empreendimentos de qualidade, com toda segurança e transparência que merece.

Portanto, entre em contato com a Direcional e veja como alcançar o seu sonho do imóvel próprio!

E para ler outros artigos sobre finanças e mercado imobiliário, continue aqui no Blog da Direcional!

CTA Direcional

A Direcional está presente em 13 estados e no Distrito Federal e há mais de 40 anos garante o sonho da casa própria para milhares de pessoas. São mais de 180 mil unidades entregues e outras centenas em construção em todo o território nacional.

  • +40
    Anos de Mercado
  • 13
    Estados brasileiros e Distrito Federal
  • + 6 mil
    Colaboradores
  • + 180 mil
    Unidades entregues e/ou incorporadas