Como juntar dinheiro para comprar um apartamento

Como juntar dinheiro para comprar um apartamento Riva Incorporadora

Saber como juntar dinheiro para comprar um apartamento é a grande dúvida de muitos brasileiros que têm o sonho da casa própria, afinal, é preciso contar com planejamento para atingir essa conquista.

Com foco e organização financeira, até mesmo as pessoas que ganham pouco conseguem alcançar esse sonho, que transforma a vida de qualquer família, mais cedo do que muitas pessoas imaginam.

Pensando em ajudar você a conquistar o seu próprio apartamento, preparamos este post com dicas relevantes sobre como juntar dinheiro para comprar um imóvel. Continue a leitura para conferir os detalhes!

Como juntar dinheiro para comprar um apartamento?

O primeiro passo de como juntar dinheiro para comprar um imóvel é, sem dúvidas, ter organização financeira, uma vez que, para conseguir acumular um valor significativo, é necessário ter hábitos financeiros mais saudáveis. Para ajudar você com essa tarefa, separamos algumas dicas práticas!

Conheça suas finanças

Inicialmente, é preciso saber quais são as suas finanças. Para tanto, é fundamental analisar quais são os seus gastos mensais, como aluguel, supermercado, contas fixas (como luz, internet, água, etc.), além das despesas que podem ser diminuídas ou evitadas.

O ideal é ser detalhista nessa etapa e anotar até mesmo os pequenos gastos, como o café que você toma todos os dias depois do almoço, o bombom que você costuma comprar e outros itens que parecem irrelevantes, mas que, quando somados, podem ser decisivos no sucesso ou fracasso de um planejamento financeiro.

Trace suas prioridades

Depois de conhecer a situação das suas finanças, é o momento de traçar suas prioridades. É recomendado realizar uma lista com todos os seus planos, como aprender uma nova língua, fazer uma viagem, aprimorar os estudos e, é claro, a compra de um apartamento.

Depois, analise acerca do prazo para cada uma dessas realizações e o quanto elas são importantes para você. Reflita também sobre o que é primordial para o seu desenvolvimento pessoal e profissional, e o que pode ser deixado para depois.

Trata-se de uma etapa muito relevante, pois essa reflexão deve proporcionar clareza aos seus planos e auxiliar você a traçar metas mais ajustadas com as suas necessidades e realidade.

Determine a quantia que deseja juntar e o prazo

Para que o planejamento financeiro seja um sucesso, é fundamental saber onde você deseja chegar. Para tanto, é preciso determinar, antes de tudo, quanto você precisa juntar e em quanto tempo.

Após saber esses dados, você pode calcular quanto é preciso poupar por mês para atingir o seu objetivo. Lembre-se de que é imprescindível traçar uma meta dentro da sua realidade, mesmo que isso signifique demorar um pouco mais para comprar o seu apartamento.

Por isso, se ao analisar suas finanças você percebeu que pode economizar R$ 500,00 por mês, por exemplo, não adianta fazer um planejamento para poupar R$ 800,00, porque ele tem grandes chances de não ser eficaz.

Controle seus gastos

Reunir uma quantia para adquirir um apartamento exige organização — motivo pelo qual é preciso controlar os gastos. Hoje em dia, é possível fazer essa tarefa por meio de planilhas e aplicativos de finanças, por exemplo.

Ao adquirir esse hábito se torna possível analisar exatamente para onde o seu dinheiro vai e, consequentemente, evitar desperdícios e excessos.

Realize trocas inteligentes

Quando pensamos em economizar, em geral, associamos a ideia de que não se pode mais gastar dinheiro e que é necessário abrir mão daquilo que gostamos. No entanto, a realidade é que o planejamento financeiro não precisa ser radical.

Ao realizar escolhas inteligentes, se torna possível economizar sem abrir mão das coisas que você gosta, basta saber administrar para onde o seu dinheiro vai, uma vez que pequenos gastos que temos no dia a dia, muitas vezes, são o que nos impede de poupar mais dinheiro no fim do mês.

Observe, por exemplo, se você usa tudo o que o seu plano de celular e internet proporcionam ou se é possível optar por uma alternativa mais barata, analise as compras que você faz no mercado etc.

Quanto tenho que guardar por mês para comprar um apartamento?

Muitas pessoas creem que realizar o sonho da casa própria é algo difícil, pois pensam somente no valor final do imóvel. De fato, não podemos dizer que se trata de uma quantia baixa. No entanto, raramente as famílias podem pagar o valor de um imóvel à vista.

Cada vez mais brasileiros conquistam seus imóveis por meio de financiamentos de longo prazo. Dessa maneira, não é necessário reunir todo o valor do bem, basta ter o montante exigido para entrada.

Atualmente, para dar entrada em um financiamento e em pouco tempo mudar para o apartamento ou casa nova, é preciso ter 20% do valor total do imóvel, além de uma quantia separada para arcar com os custos da documentação.

Quanto é necessário para dar entrada em um apartamento?

Agora que você já sabe como guardar dinheiro para comprar um apartamento, é bom pensar na quantia que deve separar para realizar esse sonho. Como vimos, para fazer um financiamento imobiliário é preciso dar uma entrada.

Além disso, quanto maior o valor de entrada, menores são os juros que devem ser pagos. Nesse sentido, procure guardar 30% da sua renda — que é, inclusive, o valor que deve corresponder à parcela do financiamento.

Dessa maneira, você já se acostuma a separar essa quantia todos os meses e, além de juntar a quantia necessária para dar de entrada em seu imóvel, não vai passar sufoco quando for realizar a conquista da casa própria.

É possível comprar um imóvel com pouco dinheiro?

Mais uma dúvida que sempre costuma surgir é como juntar dinheiro para comprar um imóvel ganhando pouco. A verdade é que, hoje em dia, existem opções de apartamentos para todos os bolsos, sendo imprescindível optar por uma opção que caiba em seu bolso.

Especialmente a fim de ajudar as pessoas de baixa renda a comprarem o seu próprio imóvel, o governo federal conta com programas habitacionais para famílias com renda mensal de até R$ 8 mil, como o Minha Casa, Minha Vida, que apresentam melhores taxas de juros de financiamento e até mesmo subsídios.

Agora que você já sabe como juntar dinheiro para comprar um apartamento, adapte as dicas que apresentamos à sua realidade e as coloque em prática para realizar o seu sonho de ter a casa própria o quanto antes!

Continue a visita em nosso blog e descubra os princípios de educação financeira que você precisa saber agora mesmo!

A Direcional está presente em 13 estados e no Distrito Federal e há mais de 40 anos garante o sonho da casa própria para milhares de pessoas. São mais de 180 mil unidades entregues e outras centenas em construção em todo o território nacional.

  • +40
    Anos de Mercado
  • 13
    Estados brasileiros e Distrito Federal
  • + 6 mil
    Colaboradores
  • + 180 mil
    Unidades entregues e/ou incorporadas