Quanto dar de entrada em um apartamento? Fique por dentro com especialistas

Quanto dar de entrada em um apartamento? Fique por dentro com especialistas Riva Incorporadora

Saiba quanto dar de entrada em um apartamento e os tipos de financiamento imobiliário existentes para comprar o seu imóvel.

Atualmente, o desejo de muitas pessoas é conseguir comprar o seu apartamento porque estão buscando mais conforto e segurança financeira. Contudo, muitos não sabem quanto devem dar de entrada em um apartamento e como juntar dinheiro suficiente para realizar esse sonho. Sendo que umas das formas é o financiamento imobiliário.

Dessa forma, é preciso ressaltar que, para dar entrada em um imóvel, é preciso um bom planejamento financeiro para conseguir dinheiro suficiente e, além disso, para não ficar apertado no final do mês com as parcelas que você precisará pagar até a quitação. Continue a leitura e saiba mais quanto você pode dar de entrada em um apartamento!

Quanto tenho que ter para dar de entrada em um apartamento?

Normalmente, o valor da entrada varia conforme a renda familiar. A média é de 20% do valor do imóvel, o restante pode ser financiado, ou seja, você pode pagar parcelado, por exemplo, se o imóvel custa R$ 190 mil, a entrada gira em torno de R$ 38 mil. Além do mais, é importante destacar que a parte financiada em prestações precisa girar em torno de 30% da renda familiar.

O que é preciso para dar entrada em um apartamento?

O valor da entrada pode pesar no bolso. Por essa razão, é preciso encontrar maneiras de conseguir esse valor antes mesmo de começar o processo de compra. Confira, a seguir, o que você pode fazer para dar uma boa entrada em um apartamento!

Busque economizar

É essencial economizar no momento de decidir comprar um apartamento. Para isso, busque viver apenas com o que é necessário, evite coisas supérfluas, analise a sua vida e corte qualquer desperdício. Dessa maneira, você conseguirá juntar dinheiro suficiente para dar uma boa entrada e não ter dores de cabeça.

Procure por uma renda extra

Uma renda extra contribui significativamente no momento de juntar o dinheiro para dar entrada no apartamento. Caso seja possível, busque por outra forma de conseguir dinheiro. Hoje em dia, muitas pessoas estão abrindo pequenos negócios, como lojas online, para conseguir um dinheiro extra e realizar os seus sonhos.

Você também pode realizar algum curso profissionalizante que permita o exercício da função durante o seu tempo livre, por exemplo, design de sobrancelhas, venda de alimentos, programador freelancer e afins.

Use o seu FGTS

Muitas pessoas não sabem que é permitido usar o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para dar de entrada em um apartamento. Logo, quanto maior o seu saldo, mais vantajoso será, pois você financiará apenas uma parte.

Porém, para conseguir as vantagens desse recurso, é preciso ter um tempo de trabalho igual ou superior a 3 anos, seguidos ou não, na mesma companhia ou em outras que realizam o pagamento do FGTS. Você não pode ter imóveis em seu nome, especialmente na cidade em que você reside ou trabalha. Não pode ter nenhum financiamento aberto e não pode ter usado o saldo do FGTS nos últimos 3 anos.

Caso você se encaixe nos requisitos mencionados, basta ir em uma agência da Caixa Econômica Federal com a Carteira de Trabalho e os documentos de identificação para consultar as oportunidades para você.

Faça um planejamento financeiro

O planejamento financeiro consiste em uma das melhores maneiras de conseguir um bom dinheiro para dar de entrada em um apartamento. Para isso, é necessário organizar as finanças. Sendo assim, faça uma lista de todos os seus gastos mensais e analise a renda de cada familiar para saber a melhor forma de conseguir um bom dinheiro.

Com o planejamento financeiro, você conseguirá encontrar gastos desnecessários, isto é, que podem ser eliminados sem maiores contratempos. Essa ação permite que você consiga um valor satisfatório para comprar o apartamento desejado.

Utilize o seu imóvel antigo

Se você tiver um imóvel, você pode usá-lo para pagar a entrada do novo apartamento. Esse processo funciona como uma troca, sendo que o dono o imóvel mais caro receberá a diferença, podendo ser de forma financiada.

Essa opção pode abater impostos e diminuir os juros do financiamento, já que a lei estabelece uma regra de tributação diferenciada nessas situações. Caso os dois imóveis tenham o mesmo valor, por exemplo, você não precisará pagar impostos durante a transação.

Quanto de entrada para financiar um imóvel pela Caixa?

Se você decidir realizar o financiamento da Caixa Econômica Federal, a entrada mínima para a aquisição de um imóvel é de 10%. Saiba que para conseguir boas maneiras de parcelamento, é recomendado dar uma entrada.

A Caixa disponibiliza simuladores gratuitos para ajudar você. Isso ajuda a estimar os custos com as parcelas e com a entrada do apartamento. Além do mais, é preciso comparar as condições para conseguir crédito imobiliário e o valor das taxas inseridas pelo banco. Assim, você consegue encontrar uma opção que cabe no seu bolso.

Para conseguir uma boa oportunidade de pagamento, é recomendado sempre negociar. Assim, você consegue diversas condições de pagamento entre o banco e o dono, para isso, você precisa conhecer sua condição financeira para apresentar boas propostas.

O Governo Federal criou o programa Minha Casa, Minha Vida em substituição do Casa Verde e Amarela. Esse novo programa consegue abranger mais pessoas. Dependendo da renda familiar, é possível conseguir um ótimo subsídio.

É obrigatório dar entrada no financiamento de imóvel?

O processo de financiamento exige um valor de entrada que varia entre 10% a 30% do valor total a ser pago pelo imóvel, isso vai depender da instituição que você está realizando a compra. Desse modo, é preciso poupar para conseguir pagar esse valor.

Não se esqueça de quanto maior for o valor de entrada durante o financiamento do imóvel, as taxas de juros e as parcelas serão menores. Para saber quanto terá que dar de entrada, você deverá passar por uma análise de crédito. Lembrando que as parcelas não podem ser superiores a 30% da sua renda mensal.

Portanto, para dar uma entrada em um apartamento é preciso realizar um planejamento para conseguir obter o valor suficiente. As imobiliárias buscam sempre as melhores oportunidades para os seus clientes, a fim deles conseguirem realizar o sonho da casa própria. Porém, esse valor é indispensável, visto que acaba contribuindo na redução das parcelas que precisam ser pagas no processo de financiamento.

Gostou do nosso post? Então, aproveite para saber quando você deve pagar a entrada e a diferença entre entrada e sinal.

A Direcional está presente em 13 estados e no Distrito Federal e há mais de 40 anos garante o sonho da casa própria para milhares de pessoas. São mais de 180 mil unidades entregues e outras centenas em construção em todo o território nacional.

  • +40
    Anos de Mercado
  • 13
    Estados brasileiros e Distrito Federal
  • + 6 mil
    Colaboradores
  • + 180 mil
    Unidades entregues e/ou incorporadas