Financiamento para funcionário público: o que muda na compra de um imóvel?

Financiamento para funcionário público: o que muda na compra de um imóvel? Riva Incorporadora

O financiamento para funcionário público pode ter várias facilidades, inclusive para a compra de imóveis. Confira todos os detalhes neste post!

A estabilidade e a segurança financeira facilitam muito o financiamento para funcionário público, afinal, essas são características muito valorizadas pelos bancos e instituições financeiras que oferecem esse tipo de crédito.

Confira, neste artigo, todos os detalhes de como funciona o financiamento para servidores públicos e como isso ajuda na compra de um imóvel!

Como funciona o financiamento para funcionário público?

Em geral, os financiamentos são uma modalidade de crédito oferecida por bancos e instituições financeiras. O objetivo é fornecer recursos a uma pessoa ou instituição que pretende adquirir um bem ou serviço com pagamento a médio e longo prazos.

Existem muitos tipos de financiamento, como:

  • empréstimo pessoal;
  • empréstimo consignado; 
  • consórcio; 
  • empréstimos para educação; 
  • financiamento de automóveis;
  • financiamento imobiliário.

Caso você esteja precisando de crédito para resolver alguma pendência financeira ou comprar um bem, como um carro ou um imóvel, pode recorrer a uma instituição financeira que irá emprestar o montante necessário. Assim, você poderá pagar parceladamente durante um prazo estabelecido em contrato.

Como os financiamentos dependem de uma minuciosa análise de crédito, que leva em consideração várias informações pessoais do contratante, quem tem maior estabilidade e segurança profissional tem mais facilidade na aprovação desse crédito. Isso porque a instituição financeira precisa garantir a capacidade de pagamento e minimizar os riscos de inadimplência.

Alguns dos itens que são analisados para aprovação de financiamento são:

  • dados pessoais, como documentos, endereço, telefone, etc.;
  • dados pessoais do cônjuge, se houver;
  • renda mensal;
  • renda já comprometida com outras dívidas;
  • histórico de relacionamento com a instituição, caso haja;
  • restrição no Serasa e SPC;
  • pontuação no score de crédito;
  • entre outros.

O financiamento para funcionário público municipal, estadual ou federal costuma ser uma contratação muito mais ágil. Há a possibilidade de vantagens no prazo e até mesmo nas taxas inclusas no contrato graças ao fato de que esses servidores conseguem comprovar uma renda estável.

Qual é a taxa de financiamento para funcionário público?

As taxas de financiamento variam bastante de acordo com o tipo de financiamento, a instituição financeira credora, o valor e o prazo do empréstimo, além do perfil de crédito de quem está contratando.

Isso se aplica a qualquer pessoa que busque esse tipo de crédito, mas, como mencionamos, os funcionários públicos acabam tendo vantagens por conta da estabilidade. Além disso, as taxas costumam ser menores.

O financiamento imobiliário para funcionário público, além de oferecer taxas de juros mais baixas, prazos maiores e aprovação mais rápida, ainda dá a possibilidade de pagar um valor menor na entrada, que geralmente costuma ser alto.

Recentemente, o financiamento da Caixa, que antes era limitado a 70% do valor total do imóvel, passou para 90% para os funcionários públicos. Ou seja, eles conseguem financiar um valor maior, tendo que dar valores menores de entrada e de parcelas.

O melhor de tudo é que essas taxas mais baixas se aplicam tanto a financiamentos na planta quanto para imóveis já lançados ou mesmo mais antigos. 

As taxas podem ser ainda melhores quando o financiamento é respaldado por alguma política governamental, como o Programa Minha Casa, Minha Vida.

Funcionário público pode participar do Minha Casa, Minha Vida?

O Minha Casa, Minha Vida (MCMV) é um programa habitacional do governo federal que vem auxiliando milhares de brasileiros a conquistarem o imóvel próprio desde 2009, por meio de subsídios e taxas de juros mais baixas, garantindo maior acessibilidade à moradia, tanto em âmbito urbano quanto rural.

O subsídio é conseguido por meio de parcerias do governo federal com os estados, municípios e construtoras e se traduz em uma espécie de desconto, tornando o preço dos imóveis mais acessível para famílias com baixa renda.

A boa notícia é que sim, os funcionários públicos também podem se inscrever no Minha Casa, Minha Vida, desde que cumpram os requisitos para tal.

Faixa de renda

O requisito principal para poder financiar um imóvel pelo Minha Casa, Minha Vida é a renda  bruta familiar, que conta com limites diferentes estabelecidos para imóveis urbanos ou rurais e tem 3 faixas para financiamento.

Para imóveis em área urbana, a renda máxima mensal por faixa é a seguinte:

  • faixa 1: até R$ 2.640 mensais;
  • faixa 2: de R$ 2.640,01 a R$ 4.400 mensais;
  • faixa 3: de R$ 4.400,01 a R$ 8.000 mensais.

Já para imóveis da área rural, a distribuição da renda máxima anual fica assim:

  • faixa 1: até R$ 31.680 anuais;
  • faixa 2: de R$ 31.680,01 até R$ 52.800 anuais;
  • faixa 3: de R$ 52.800,01 até R$ 96.000 anuais.

É importante notar que, para cada uma das faixas destacadas, existem critérios específicos que determinam o valor das parcelas e a taxa de juros que será cobrada.

Demais requisitos

Além das faixas de renda, também há outros requisitos para participar do MCMV, seja a pessoa um funcionário público ou não:

  • não ter imóvel próprio ou qualquer outro financiamento em seu nome;
  • não ter sido beneficiado por outros programas habitacionais do governo;
  • não utilizar o espaço para fins comerciais;
  • não estar filiado ao Cadastro Nacional de Mutuários (CADMUT); 
  • não estar filiado ao Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (CADIN).

Os funcionários públicos que atenderem a esses critérios estão aptos a se inscrever no Minha Casa, Minha Vida. Para isso, basta encontrar um imóvel que seja contemplado pelo programa para dar entrada nos trâmites de contratação.

Nesse momento, é essencial analisar se o imóvel em questão atende a todas as suas necessidades e se o empreendimento está sendo tocado por uma construtora confiável. A Direcional, por exemplo, tem diversos empreendimentos participantes do MCMV e está há mais de 40 anos entregando novos lares em 13 estados e no Distrito Federal.

Aproveite as vantagens de ser funcionário público e conquiste o seu imóvel!

Graças à estabilidade e à segurança que o serviço público oferece, os funcionários públicos, seja municipais, estaduais ou federais, contam com várias facilidades para fazer financiamentos.

Isso é muito vantajoso para ajudá-los na hora de sair do aluguel e comprar um imóvel próprio, já que seu perfil de crédito tem a possibilidade de conseguir mais prazo, menores taxas de juros e aprovação rápida, além de poder participar do Programa Minha Casa, Minha Vida, que torna a casa própria ainda mais acessível.

A Direcional está a postos para te ajudar a comprar o imóvel ideal para as suas necessidades. Para tirar as suas dúvidas sobre o financiamento dos nossos empreendimentos, entre em contato por WhatsApp  e converse agora mesmo com nossos consultores.

A Direcional está presente em 13 estados e no Distrito Federal e há mais de 40 anos garante o sonho da casa própria para milhares de pessoas. São mais de 180 mil unidades entregues e outras centenas em construção em todo o território nacional.

  • +40
    Anos de Mercado
  • 13
    Estados brasileiros e Distrito Federal
  • + 6 mil
    Colaboradores
  • + 180 mil
    Unidades entregues e/ou incorporadas