Reforma de apartamento: tudo que você precisa saber antes de começar

Reforma de apartamento: tudo que você precisa saber antes de começar Riva Incorporadora

Vai fazer a reforma de apartamento e não sabe por onde começar? Não se preocupe, pois este artigo vai te dizer tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Reformar um apartamento requer documentação específica dependendo do tipo de obra que você quer realizar.

Além disso, esse processo envolve algumas etapas. Por isso, vamos apresentá-las e, ainda, dar algumas dicas para a realização da reforma.

Boa leitura! 

NBR 16.280: entenda o que diz a lei sobre reforma de apartamento

Antes de colocar em prática sua reforma de apartamento, é importante saber o que a lei determina sobre isso.

Neste caso, você precisa conhecer a NBR 16.280/2015, a qual é uma norma técnica que trata das reformas em edificações.

Ela apresenta as orientações que você precisa seguir ao reformar o apartamento, bem como os profissionais responsáveis pela obra, como o engenheiro e o arquiteto.

A NBR 16.280 tem o objetivo de diminuir os efeitos da obra sobre a vida dos demais moradores do condomínio.

Além disso, ela visa reduzir os riscos para a estrutura do prédio, de modo a promover mais segurança das pessoas e de seu patrimônio.

Afinal, ninguém quer ser afetado por rachaduras, infiltrações, entre outros problemas, por causa da reforma no apartamento do vizinho.

Por isso, na maioria dos casos, o dono do apartamento deve apresentar um plano de obra ao síndico, assinado pelo profissional responsável pela obra.

Esse plano é o documento que garante que as alterações feitas no imóvel seguirão a política do condomínio e as normas da NBR 16.280.

Esse documento deve ter dados como a descrição dos materiais utilizados, os tipos de mudanças que serão realizadas, o cronograma da obra, a forma de descarte dos resíduos.

 E, ainda, os recursos humanos, financeiros e técnicos são necessários para a sua execução.

cores-para-apartamento

Quais obras demandam liberação?

Nem toda reforma de apartamento precisa pedir essa liberação. Na verdade, somente os casos maiores e mais complexos necessitam desse aval.

Por exemplo, você vai precisar solicitar autorização caso a obra envolva remoção de paredes ou ampliação de ambientes que alterem a planta baixa do imóvel.

Além disso, a liberação é necessária em caso de reforma da rede hidráulica e elétrica, instalação de ar condicionado ou sistema de gás. 

Assim como em troca de aberturas, instalação de banheiras, entre outras mudanças que causem danos aos vizinhos ou à estrutura do prédio.

Por outro lado, alterações menores, como troca de piso, pintura das paredes, instalação de telas de segurança e pequenos reparos elétricos, por exemplo, não precisam de autorização.

A seguir, você vai saber mais sobre 2 documentos importantes: a ART e o RRT. Acompanhe.

ART e RRT: conheça mais sobre a documentação

Para que sua obra aconteça da forma correta, existem 2 documentos importantes, que são a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e o Registro de Responsabilidade Técnica (RRT).

Eles têm o objetivo de apresentar o responsável técnico pela reforma, de modo que é um instrumento legal importante para a fiscalização da obra.

Entretanto, vale ressaltar que eles não são emitidos pelo mesmo profissional. A ART está ligada ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), enquanto o RRT tem relação com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo.

Caso a reforma conte com arquitetos e engenheiros, você vai precisar dos dois documentos, os quais deverão ser emitidos pelos profissionais responsáveis.

Caso deixe de emitir a documentação, os contratados podem ser multados e sua reforma pode não ser autorizada.

Mas a emissão de documentos não é a única etapa importante da reforma de apartamento. Para saber o que mais é necessário, leia o próximo tópico.

Etapas importantes da reforma de apartamento

Algumas etapas são fundamentais para a realização correta da reforma de apartamento. A seguir, confira mais informações sobre cada uma delas.

Projeto de reforma

Antes de começar a obra, você precisa fazer um projeto de reforma, o qual é necessário para que o condomínio libere a execução.

No projeto, o profissional combinará suas ideias com aspectos técnicos da obra, de modo a auxiliar para a qualidade do trabalho, bem como para diminuir as chances de imprevistos.

Além disso, o projeto de reforma deve conter o cronograma e uma previsão de orçamento, entre outras questões relacionadas à execução do serviço.

Aprovação da reforma

Outra etapa importante é a aprovação da reforma. Portanto, é fundamental conversar com o síndico e conferir as orientações da NBR 16.280, para garantir que seu projeto seja liberado.

Sendo assim, um conselho é fazer um projeto adequado e não deixar de apresentar a ART e o RRT.

Além disso, é crucial que, durante a reforma, a execução das atividades aconteça conforme o regulamento e, ao final, informar a conclusão da reforma ao condomínio.

Assim, você evita qualquer impedimento para iniciar ou prosseguir com a obra. 

Afinal, quanto custa reformar um apartamento? 

Se você espera uma resposta exata para essa pergunta, é possível que se decepcione, pois o que se pode afirmar é que o valor da reforma de apartamento depende de muitos fatores.

Por exemplo, a estrutura, os materiais utilizados, a agilidade da equipe, os itens de decoração, o valor da mão de obra e muitos outros quesitos definem o valor a ser gasto.

Por isso, guiar-se por um preço fixo publicado em tabelas na internet pode ser arriscado, visto que o valor da sua reforma pode ser superior ou inferior ao que você terá lido.

Evitando problemas vizinhos reforma - Direcional
Pessoas com ferramentas reformando o apartamento

Dicas para a reforma de apartamento

Para que sua reforma aconteça conforme o planejado e dentro do que a lei determina, preste atenção às dicas apresentadas a seguir.

  • Fazer um planejamento detalhado da obra;
  • Estimar gastos;
  • Definir um cronograma da reforma;
  • Explicar aos vizinhos a necessidade da sua obra;
  • Respeitar os horários para a realização do serviço;
  • Contratar profissionais competentes;
  • Realizar vistoria da reforma.

Com o checklist acima, é possível passar pelo processo de reforma com mais tranquilidade e segurança de que o resultado será satisfatório.

Agora você já está preparado para a reforma de apartamento

A partir do que você leu até aqui, agora é possível fazer uma reforma de apartamento com tranquilidade.

Lembre-se de que a documentação é fundamental para evitar qualquer tipo de impedimento da obra.

Esperamos ter ajudado a tirar suas dúvidas a esse respeito. E se você gostaria de saber mais sobre como comprar um imóvel, a Direcional pode ajudar também.

Nosso objetivo é ajudar pessoas a adquirir o tão sonhado imóvel e sair do aluguel. Já entregamos mais de 180 mil unidades em mais de 40 anos de mercado.

Gostou desse artigo? Continue no Blog da Direcional e confira nossos outros conteúdos.

CTA Direcional

A Direcional está presente em 13 estados e no Distrito Federal e há mais de 40 anos garante o sonho da casa própria para milhares de pessoas. São mais de 180 mil unidades entregues e outras centenas em construção em todo o território nacional.

  • +40
    Anos de Mercado
  • 13
    Estados brasileiros e Distrito Federal
  • + 6 mil
    Colaboradores
  • + 180 mil
    Unidades entregues e/ou incorporadas