Como se planejar para morar sozinho(a)? Confira estas dicas!

Como se planejar para morar sozinho(a)? Confira estas dicas! Riva Incorporadora

Se só de começar a pensar em morar sozinho(a) já surgem várias dúvidas, então, confira algumas dicas úteis para se preparar da melhor maneira!

Chega um momento da vida em que muitos indivíduos começam a se preocupar sobre o que fazer para morar sozinho. Seja por conta de uma mudança de cidade, seja pelo desejo de ter o próprio cantinho, essa é uma dúvida compartilhada por muitas pessoas.

Afinal, quanto custa morar por conta própria? Por quanto tempo é preciso juntar dinheiro? Como se preparar psicológica e financeiramente para fazer uma mudança? Se essas questões pairam na sua cabeça, saiba que todas têm respostas. 

Entenda neste artigo como se planejar para morar sozinho e confira ótimas dicas!

Como saber se chegou o momento de morar sozinho(a)?

Um dos principais desafios de começar a morar sozinho é identificar o melhor momento. Afinal, saber se a sua preparação é suficiente para fazer uma mudança tranquila e bem-sucedida nem sempre é fácil. No entanto, existem ótimas pistas de que chegou a hora certa de se mudar.

Para começar, é interessante destacar que, no Brasil, boa parte da população já tomou essa iniciativa. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) de 2021, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 10,8 milhões de pessoas moram sozinhas no Brasil.

Um dos indícios de que você está no momento ideal de tomar a decisão é observar a maneira que se sente quando pensa no assunto. Além disso, analisar o seu estágio de vida faz toda a diferença.

Quando bate aquela vontade de morar sozinho, que não passa depois de algumas semanas, é o primeiro indicativo de que você precisa do seu espaço. Junto disso, é importante ter condições financeiras para arcar com os custos da mudança e se manter no novo lar.

É comum surgirem novas curiosidades, como navegar em sites imobiliários para ver imóveis, pesquisar quanto custa mobiliar um apartamento, salvar ideias de decoração para a casa, entre outras. A sensação de que gostaria de um lugar para chamar de “seu” costuma surgir com intensidade nesses momentos.

Quais são as vantagens de morar só?

Antes de tomar a decisão, vale a pena avaliar os benefícios de começar a viver por conta própria. A seguir, confira ótimos exemplos das vantagens de morar sozinho ou sozinha!

Independência

Saber que você tem todos os recursos necessários para se sustentar por conta própria e que pode tomar as decisões de sua vida é libertador. Essa sensação de independência é ainda maior ao se estabelecer em um imóvel e morar sozinho ou sozinha.

Amadurecimento

Lidar com as tarefas domésticas e com as responsabilidades das contas de casa também é uma vantagem para amadurecer. Conforme o seu lar depende das suas ações, é natural se tornar uma pessoa mais responsável, definindo novas prioridades.

Privacidade

Ter um espaço particular também é um ponto positivo de morar sozinho. Assim, é possível praticar os seus hobbies, decorar o ambiente e fazer o que você mais gosta, sem medo de julgamentos ou o receio de atrapalhar alguém em casa.

Liberdade

A liberdade de escolha e de organizar o seu lugar do jeito que você sempre sonhou também é um dos principais benefícios de tomar a decisão de morar sozinho. Esse sentimento reforça a autodeterminação e inspira a fazer novas escolhas que coloquem em destaque as suas vontades.

Como se planejar para morar sozinho ou sozinha?

Vale destacar que, para aproveitar esses benefícios ao máximo, é importante conferir algumas dicas para o planejamento. Assim, você garante que cuidou de tudo para ter uma mudança confortável e satisfatória.

Acompanhe algumas dicas que não podem faltar na hora de se preparar para morar sozinho!

Tenha uma reserva de emergência

A parte financeira influencia muito a decisão de morar sozinho. Por isso, ter uma reserva de emergência para se tranquilizar quanto a possíveis gastos não planejados faz toda a diferença.

Geralmente, o ideal é ter uma quantia suficiente para arcar com 6 meses do seu custo de vida. No entanto, se você pretende se mudar em um futuro próximo, preocupe-se em guardar o máximo que puder e, ao longo do tempo, completar o fundo.

Para montar a sua reserva, é importante guardar uma parcela da sua renda mensalmente. Assim, ao economizar dinheiro por um determinado tempo, é possível ter o seu fundo de emergência para a casa.

Estude os gastos fixos e variáveis 

Para se preparar financeiramente, é importante também ter em mente o quanto você vai gastar mensalmente com as despesas fixas. Essas são aquelas que não variam a cada mês, como aluguel, condomínio, parcelas de financiamento, planos de internet, entre outras.

O mesmo vale para os gastos variáveis, ou seja, aqueles que mudam o valor mês a mês. Esse é o caso das contas de água, luz, alimentação, vestuário, transporte, entre muitas outras coisas.

Estabeleça um orçamento 

Para ter um bom controle financeiro, é fundamental estabelecer um limite de gastos mensais e para a mudança. Assim, você pode organizar estrategicamente todos os seus próximos passos.

Para isso, pesquise bastante. Confira ideias de decoração para se inspirar, tipo de transporte para os seus pertences na mudança, preço dos móveis e eletrodomésticos que precisam ser comprados e vários outros fatores que influenciam o seu orçamento.

Escolha o seu imóvel ideal

Para finalizar o seu processo de preparação para uma mudança, basta escolher o seu lugar para morar sozinho. Nesse momento, você tem duas principais opções: alugar um imóvel ou juntar dinheiro para comprar um apartamento ou uma casa.

Lembre-se de que existem diferentes opções de financiamento disponíveis no mercado, que ajudam a comprar o seu imóvel. Além disso, verifique a possibilidade de obter o subsídio Minha Casa, Minha Vida, programa governamental que substituiu o Casa Verde e Amarela e que facilita a aquisição da sua primeira casa ou apartamento.

Nesse momento especial, lembre-se de curtir cada detalhe, como a escolha do primeiro imóvel, do estilo de decoração dos cômodos, dos móveis e funcionalidades. Assim, o seu espaço fica com o toque da sua personalidade e proporciona muito mais conforto. 

Como dar o primeiro passo para morar sozinho?

Planejar morar sozinho envolve diversas escolhas. Por isso, contar com uma boa preparação faz toda a diferença. Nesse processo, avaliar as opções disponíveis, como o financiamento imobiliário, pode ajudar a tomar uma decisão que combine suas ideias com o seu estado financeiro.

O importante mesmo é saber que, com um bom planejamento, é possível morar sozinho ou sozinha e fazer uma mudança tranquila. Basta dar o primeiro passo para caprichar na preparação e curtir os momentos dessa nova fase da sua vida.

Gostou das dicas? Então, aproveite a visita e saiba mais sobre o que é e como funciona o financiamento imobiliário!

A Direcional está presente em 13 estados e no Distrito Federal e há mais de 40 anos garante o sonho da casa própria para milhares de pessoas. São mais de 180 mil unidades entregues e outras centenas em construção em todo o território nacional.

  • +40
    Anos de Mercado
  • 13
    Estados brasileiros e Distrito Federal
  • + 6 mil
    Colaboradores
  • + 180 mil
    Unidades entregues e/ou incorporadas